09
ago

Você conhece o conceito Marketing de Guerrilha?

Como já diz o nome, marketing de guerrilha trata-se de uma forma mais agressiva de se fazer divulgação. O publicitário americano Jay Conrad Levinson, no fim dos anos 70, se inspirou na guerra do Viatnã e deu origem a esse nome. Na época, os vietnamitas mesmo com o poder de fogo inferior ao dos seus adversários, conseguiram supera-los usando a técnica de guerrilha.

A ideia de trazer esse conceito para o marketing, é de aumentar o impacto da ação sobre o público com pouco investimento. Vamos ver como isso se aplica na prática?

Se você for pensar nas diferenças entre o marketing de guerrilha e o marketing tradicional, você não verá muitas na parte técnica. Afinal, os dois possuem a função de atrair a atenção das pessoas par um produto/serviço, através de anúncios e estratégias definidas num planejamento. O que diferencia os dois, é a forma de abordagem usada.

Nos dias de hoje, recebamos uma grande quantidade de informação diária. Sendo assim, é normal a tendência de selecionar aquilo que nos desperta mais atenção, com isso, acabamos ignorando anúncios convencionais e as propagandas inconvenientes.

O Marketing de guerrilha veio pra impactar as pessoas. Ele é pensado e feito pra ser chamativa, de uma forma que ninguém consiga ignorar, criando a ideia de durabilidade na mente dos clientes. Este método, tem como principal foto provar uma reação no consumidor, fazendo ele reavaliar suas prioridades e hábitos pessoais, ou até mesmo para provocar um concorrente.